Curso

Alimentos na União Europeia: Inovação, Qualidade e Tecnologia.

De 17/04/2023 a 28/04/2023
Madrid

Da produção à distribuição, e da certificação à designação de um produto.

O objetivo deste curso é atualizar e aprimorar conhecimentos sobre a gestão da qualidade e segurança dos alimentos na União Europeia desde o campo (agricultura), passando pela transformação e distribuição até o consumo.

Serão abordados as temáticas relacionadas às normas e certificações de processos, assim como designações de produtos, tecnologias agroalimentares e suas tendências, inovação e empreendedorismo.

QUERO RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE ESTE CURSO

Direção: Juliana T. Grazini dos Santos - Doutora em Informação e Comunicação/Jornalismo Científico/Popularização Científica pela Universidade de Paris 7(Denis -Diderot), presidente da Verakis (França), membro do grupo de estudos de informação ao consumidor do Fundo Francês para Alimentação e Saúde (FFAS) e curadora de cursos na área de alimentos e alimentação na Europa, América Latina e Brasil.

Coordenação: Alberto Berga Monge - médico veterinário espanhol, professor colaborador da Universidade de Zaragoza, auditor da União Europeia e diretor da AMB Consulting.

Professora consultora: Ellen Lopes – Doutora em Ciência Dos Alimentos pela USP, Especialização em Marketing de Alimentos Verakis/ Universidade Zaragoza - Cederul. Presidente do Grupo Food Design e do IRSFD - Instituto de Responsabilidade Social Food Design.

Profissionais e empreendedores das áreas de alimentos e alimentação, envolvidos com normas e processos de gestão de qualidade no âmbito internacional e que trabalham ou desejam trabalhar com a gestão e segurança de alimentos no âmbito internacional, com foco na União Europeia.
Certificado europeu de educação continuada pelo CEDERUL da Universidade de Zaragoza e pela Fundação Verakis.
Programa prático e aplicado com 50% da carga horária de visitas técnicas.
   
  1. LEGISLAÇÃO DE ALIMENTOS
  2. Segurança alimentar e dos alimentos. Direito alimentar. Direito alimentar internacional.
  3. Direito alimentar europeu. Requisitos de segurança de alimentos. Avaliação de risco.
  4. O pacote de higiene.
  5. Informação prestada ao consumidor. Rotulagem de alimentos
  6. Outros requisitos de segurança alimentar.
  7. Os novos alimentos.
  8. Atividades oficiais de controle.
  9. ESTUDO DE CASO, avaliação de rótulos.
 
  1. GESTÃO DA QUALIDADE DE ALIMENTOS.
  2. Cadeia de valor no setor de alimentos. Situação epidemiológica dos riscos alimentares.
  3. Qualidade como fator estratégico.
  4. Conceito estendido de segurança de alimentos. Food quality, Food security (segurança, distúrbios alimentares, desperdício, dieta), Food safety, Food defense, Food fraud prevention.
  5. Gerenciamento de crise.
  6. Blockchain, rastreabilidade, transparência, confiança, gestão de risco, retirada de produtos.
  7. CASO PRÁTICO. Aplicação de Blockchain em produtos da pesca.
 
  1. CERTIFICAÇÕES CREDITADAS NA CADEIA ALIMENTAR E MECANISMOS DE CREDITAÇÃO.
  2. HACCP, requisito básico para a segurança de alimentos.
  3. Padrões mais solicitados. Alimentos, embalagens, logística, bem-estar animal.
  4. Auditorias e certificação de sistemas de qualidade e segurança de alimentos.
  5. Implementação de sistemas de qualidade e segurança de alimentos.
  6. CASO PRÁTICO. Implementação de um padrão no centro de horticultura.
 
  1. SUSTENTABILIDADE, ECONOMIA CIRCULAR E RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA.
  2. Sustentabilidade.
  3. Economia circular.
  4. Responsabilidade social corporativa. EL GRI.
  5. CASO PRÁTICO. Transformação de uma indústria de carnes para a economia circular.
 
  1. POLÍTICA EUROPEIA EM QUALIDADE DE ALIMENTOS.
  2. Denominações de origem protegidas.
  3. Indicações geográficas protegidas.
  4. Especialidades tradicionais garantidas.
  5. Agricultura ecológica.
  6. CASO PRÁTICO. Especificação de condições.
 
  1. INOVAÇÃO ALIMENTAR.
  2. Fundamentos da inovação. Inovação no setor de alimentos.
  3. Inovando dentro da caixa.
  4. CASO PRÁTICO. Tendências de consumo.
 
  1. TECNOLOGIA E ALIMENTAÇÃO : NOVAS TENDÊNCIAS.
  2. Novas tecnologias emergentes.
  3. Tendências em marketing de alimentos.
  4. CASO PRÁTICO. Redes sociais e alimentação.
 
  1. EMPRENDER NO SETOR DE ALIMENTOS.
  2. O plano de negócios.
  3. Startups de alimentos.
  4. Produto com minima viabilidade.
  5. Áreas de empreendedorismo.
  6. CASO PRÁTICO. Produto mínimo viável no setor petrolífero.
  9.ANÁLISE SENSORIAL, DEGUSTAÇÃO DE QUEIJO ESPANHOL. VISITAS TéCNICAS
Horário:
09h à 14h e de 16h à 20h
Carga horária:
86 horas (aulas = 36 horas, visitas técnicas = -36 horas, estudos = 20 horas)
Vagas:
10
Idioma(s):
Espanhol, Português e Inglês
Fechar Interessado? Envie sua mensagem

Interessado? Envie sua mensagem: