21 de janeiro de 2021

A escrita como chave do sucesso profissional

A escrita é um dos pilares de nossas sociedades ocidentais. A linguagem escrita é um sistema de sinais usado para se comunicar. Escrever não é uma simples tradução da fala, mas uma linguagem diferente que atende a outros requisitos.

Escrever é antes de mais nada uma forma de imortalizar palavras ou ações. É uma forma de se enriquecer, de compartilhar. Escrever permite encontrar um emprego, ter uma vida social. Escrever é, na verdade, o sexto sentido que todo “educador” possui.

Escrever também permite que cada pessoa coloque palavras sobre ideias, sobre emoções. Permite limpar a mente, partilhar os seus sentimentos, quebrar a sua solidão, justificar-se ou simplesmente revelar o que não pode dizer.

A escrita também nos deixa uma margem de erro, podemos apagar e recomeçar ao contrário da letra. Escrever é se expressar sem necessariamente machucar. Escrever é dar mais detalhes, é ser mais preciso.

O texto – a escrita – é a base de todos os conteúdos. A base da comunicação humana. A gente precisa do texto para redigir posts, roteirizar vídeos, gravar podcasts, legendar fotos e ilustrações. Não importa qual o canal da sua preferência, a escrita sempre estará lá – organizando o pensamento e compartilhando saberes com o público. A escrita é a pista para decolar seus recados, suas mensagens.

Hoje estar na internet não é uma opção, é realidade. Saber trabalhar conteúdos de valor, nos ambientes digitais, é habilidade a ser conquistada e aprimorada. Comunicar seu conhecimento para o público-alvo, escolhido por você, é a centralidade da sua presença digital.

Vivemos em um mundo virtual que mudou a forma como nos comunicamos, tanto escrita quanto falada. Hoje em dia, escrever é parte integrante do nosso ambiente diário.

“Precisamos de poucas palavras para expressar o essencial”, escreveu Paul Eluard (Poeta francês).

Muitas pessoas negligenciam sua escrita no contexto profissional. Não saber decodificar uma mensagem escrita é uma desvantagem séria.

Como não citar o filósofo Blaise Pascal nestas condições: “Saber escrever bem é saber pensar bem” ?

O primeiro conselho antes de escrever é pensar no destinatário da sua mensagem, texto, sms, … Identifique o destinatário da sua escrita, mesmo que tenha apenas algumas linhas. Distinguir-se nos meios digitais é fundamental : “Tem que escrever como ninguém com as palavras de todos”(Colette).

 

Saiba mais

No ateliê online A Comida pelas Palavras da Verakis, se discute e exercita a Escrita Digital – uma modalidade de redação pensada, produzida e estrategicamente postada nos ambientes digitais. Redes e Canais não são iguais. Um post para Facebook é diferente de um post para Instagram, LinkedIn, Twitter, blogs etc. Compreender o fluxo de cada uma dessas plataformas é o ponto de partida para o bom resultado da nossa comunicação.

Todo o trabalho é feito de maneira incrivelmente interativa. Teoria e prática da Escrita Digital se entrelaçam a partir de textos dos participantes. Há devoluções individuais e debates durante as aulas. Uma construção conjunta de habilidades de redação. Ninguém precisa abrir mão do estilo, da voz, do jeito próprio em que gosta de escrever. Ao contrário, a forma com que cada um escreve será valorizada.

O que se faz é adaptar o que você já sabe – e já escreve – para a consolidação da sua presença digital com foco na construção de autoridade.

A Comida pelas Palavras tem como curadora, a encorajadora de escritas, Fernanda Pompeu. Idealizadora do projeto-ação Acelera Texto, cuja missão é potencializar o uso do texto na internet. Fernanda ama as palavras e ama aprender e ensinar.

A próxima edição do “A comida pelas palavras” começa no dia 02 de fevereiro de 2021.

Assita o bate papo entre Fernanda Pompeu e Juliana Grazini no canal Verakis  

 

Confira os resultados do “A comida pelas palavras”:

A Comida pelas Palavras: Confiança em habilidades culinárias e qualidade da dieta

A Comida pelas Palavras: Por que Nutrição?

A Comida pelas Palavras: Meu caminhar na cadeia de alimentos.

A Comida pelas Palavras: Minha metamorfose

A Comida pelas Palavras: Para quem não me conhece, gostaria de me apresentar.

 

A Comida pelas Palavras: Por que sou nutricionista

A Comida pelas Palavras: Simplesmente Martha

 

Imagem: janeb13