19 de janeiro de 2021

Alimentos e negócios digitais: uma visão do futuro

O consumo online não para de crescer e isso faz com que novas ideias de negócios digitais entrem no radar de empreendedores de diversos segmentos.

Esse é o momento de tirar as ideias do papel para empreender em seus negócios e colocar seu site, blog, loja virtual ou canal online no ar.

No entanto, num mercado tão competitivo, não basta somente ter uma boa ideia, é preciso também saber aplicá-la! Neste mundo cada vez mais digital, o profissional do setor agroalimentar precisa conhecer as bases para se criar um negócio digital, conhecer ferramentas e tendências.

Quais são os novos modelos para negócios digitais previstos para os próximos anos?

De que forma o e-commerce irá influenciar os padrões de produção e consumo no mundo?

É preciso conhecer o mundo digital

Os modelos de negócio digitais fazem uso da tecnologia e internet no desenvolvimento e comercialização de produtos e padrões de serviços. Esta revolução na internet trouxe maior interação entre consumidores e fornecedores (marcas) e exige maior conhecimento do mercado online.

As funções produzidas por essa transformação já estão presentes diariamente na vida das pessoas. Como exemplo temos uma série de empresas que estão entre as mais lucrativas do planeta e só operam por via digital, sem nem possuir uma sede física para atendimento ao cliente.

Com a pandemia da Covid-19 a digitalização tornou-se não mais uma opção, mas sim uma necessidade.  Esta crise evidenciou a necessidade da transformação digital, por outro lado, significa que quem ainda não experimentou o processo digital deve se adaptar da noite para o dia para sobreviver.

Como cada tipo de negócio possui requisitos digitais específicos, isso pode levar a uma escolha não tão assertiva. Portanto, na prática, teremos um mercado investindo no modelo digital em diferentes setores, mas isso não significa necessariamente empresas que estejam realmente prontas para entender como é feito o trabalho digital.

Por onde começar?

Antes de começar uma carreira no comércio digital, o primeiro passo é pesquisar sobre o mercado de atuação e cruzar os dados com as perspectivas de vendas online.

Faça um estudo a fundo sobre o público-alvo e a concorrência para que se possa traçar um plano de negócio completo.

No setor alimentício, o marketing é uma das áreas que mais exige uma gestão qualificada e atenção à maneira com que será feita a comunicação. Isso porque existe uma responsabilidade com a saúde dos consumidores, principalmente se eles forem do segmento infantil.

Com as transformações no setor, outros pontos passaram a ser imprescindíveis na execução de uma campanha, como questões de saudabilidade.

É hora de “abraçar” o digital

Você está preparado?

O Digital não é mais tendência, é uma realidade incontestável que é protagonista durante estes períodos de confinamento. Vivenciamos um maior acesso a internet, maior utilização de redes sociais, uma imensidão de novas oportunidades de negócio que a era digital trouxe e continua a nos trazer todos os dias.

E a pergunta que você deve fazer neste momento é: eu estou preparado para “abraçar“ o digital?

Eu tenho as ferramentas e conhecimento adequado para me destacar neste universo online?

Saiba mais:

Dicas Verakis: Mídias Digitais a seu favor

Quanto mais se fala de alimentação, pior fica

Fonte: “How is COVID-19 affecting the top 10 global consumer trends 2020“ por Alison
Angus, Euromonitor International • April, 2020