12 de novembro de 2020

Temos que enfrentar o Mundo Vuca

Se você já teve a impressão de o mundo está se modificando cada vez mais rápido, ou se você sentiu estar perdendo o controle da própria vida, não se preocupe: você não é a primeira, nem será a última pessoa que está passando por isso.

Diz-se que esse sentimento tenha começado no período pós Guerra Fria, na década de 1990, devido às incerteza geopolíticas da época.

Deu-se à isso o nome de Mundo VUCA. Em inglês, é o acrônimo para Volatility, Uncertainty, Complexity, Ambiguity. Ou em português, Volatilidade, Incerteza, Complexidade, Ambiguidade.

Vivemos em um mundo com Volatilidade pois tudo acontece de maneira muito acelerada e torna-se cada vez mais difícil analisar movimentos de causa e efeito. As coisas acontecem e acabam muito rápido, as pessoas mudam de assunto e de opinião muito rápido.

Vivemos em um mundo com Incerteza pois é cada vez mais difícil antecipar a ocorrência de determinado evento e se preparar para isso. Até poderíamos falar do momento que estamos vivenciando nos últimos meses. Mas talvez um exemplo mais interessante seja pensar nos movimentos que uma empresa comum precisa realizar para crescer. Diante de um cenário em que a todo momento novos acontecimentos mudam a nossa percepção de mundo, será que existe um caminho correto para seguir?

 

Vivemos em um mundo com Complexidade pois os acontecimentos do mundo geram repercussões gigantescas, cujas consequências geram resultados difíceis de se calcular. Além disso, os acontecimentos se misturam entre si, fazendo com que seja necessária muita responsabilidade para cada decisão tomada. Como por exemplo, podemos falar da recente corrida pela vacina capaz de curar as pessoas do coronavírus

 

Vivemos em um mundo com Ambiguidade pois nossas possibilidades de vida são cada vez mais amplas. Seja do ponto de vista da expressão de gênero, do pensamento político ou até da escolha do que gostaríamos de comer, tudo pode ter diversos signficados. E isso faz com que não exista uma verdade absoluta e inquestionável, apesar de continuarmos buscando, erroneamente, uma verdade abosluta. O maior exemplo, nos últimos tempos, talvez tenha sido a acalorada discussão entre economia e saúde nesses meses de exceção.

 

Apesar do Mundo Vuca ser complexo não podemos nos assustar e ficarmos paralisados, que é um dos efeitos. Em vez disso podemos agir de maneira a nos tornarmos menos vulneráveis a todos esses efeitos.

Para um mundo com Volatilidade, tenhamos Resiliência. Se a transformação é inevitável, que mantenhamos um olhar positivo sobre isso e saibamos que somos capazes de aguentar as mudanças.

 

Para um mundo com Incerteza, tenhamos Flexibilidade. Se não sabemos exatamente o que vai acontecer a seguir, que saibamos que uma única questão pode apresentar diferentes soluções possíveis e executáveis.

 

Para um mundo com Complexidade, tenhamos Multidisciplinaridade. Se o mundo exige um olhar diferenciado, que abracemos a diversidade de pensamento como um valor positivo.

 

Para um mundo com Ambiguidade, tenhamos Coragem. Se a verdade absoluta não existe, que mantenhamos a nossa convicção sobre as questões do mundo e não tenhamos medo de errar e de reaprender.

 

Deixo aqui uma provocação: como você enxerga o mundo?

 

Texto: Diogo Tomaszewski –  Aluno do curso de Ciências dos Alimentos na Esalq, estagiário Verakis.

 

Imagem: PublicDomainPictures