Reflexão

Reflexão

A cesta de compras do consumidor espanhol

Os gastos do consumidor espanhol com bens de consumo estão diminuindo. A Nielsen estima que o mercado de alimentos, perfumaria e drogaria, na Espanha, crescerá 2,8% no segundo semestre de 2020, três vezes menos que o aumento de 8,8% nos primeiros seis meses deeste mesmo ano,  marcado pelo confinamento,. Mesmo assim estes resultados contrariam as...

Reflexão

As estratégias sociais devem mudar

Passamos por momentos difíceis, que nos obrigaram a pensar em como encontrar um equilíbrio entre saúde e bem-estar econômico ; um dilema delicado por sua própria natureza, que há apenas alguns meses não suspeitávamos que teríamos que enfrentar. Isso se agrava quando se tem necessidade de tomar decisões em ambientes incertos. A incerteza atual sobre qualquer...

Reflexão

Frugalidade: nova maneira de consumo

Nascida da consciência dos excessos do materialismo e do consumismo, a frugalidade se afirma não apenas como uma renúncia ao consumo excessivo e à solicitação permanente, mas também como uma reinvenção do desejo: mais consciente, autêntico, duradouro, respeitoso consigo mesmo e com os outros. Nossas sociedades pós-modernas vivem abundância, o “pleno”, até o “demais”, mas...

Reflexão

Importância da popularização das ciências

A popularização da ciência é uma das ferramentas de comunicação científica usadas para transmitir conhecimento a vários públicos. Quando se populariza ciência há o desejo de reduzir a famosa “lacuna” que separa “cientistas” de “leigos” e tornar a ciência um assunto de todos. Os popularizadores podem ser : jornalistas científicos (imprensa, TV, rádio, web), escritores,...

Reflexão

INTELIGÊNCIA EPIDEMIOLÓGICA PARA O ENFRENTAMENTO DE CRISES SANITÁRIAS

Sabe-se que, no âmbito científico, todo prognóstico tem uma grande margem de erro e requer prudência. As agências de saúde geralmente trabalham com modelos preditivos para cada meio do ano. Isso porque é o tempo necessário para gerar evidências e poder desenvolver vacinas ou tratamentos eficazes disponíveis. Todos os países foram informados sobre o risco...

Consumo Alimentar

Consumo Alimentar

NÓS COMEREMOS MELHOR AMANHÃ!” – PARTE II

“Nós comeremos melhor amanhã” (“Nous mangerons mieux demain!”), um texto entre crônica, relato e poesia, escrito por Régis Marcon, Fanny Agostini e Christophe Lavelle, publicado no blog francês, A tabula, que dividimos em duas partes, e fizemos questão de traduzir para os leitores lusófonos se deleitarem. Parte 2:   “A Gastronomia como cultura O objetivo comum dos...

Agronomia

Agronomia

“Nós comeremos melhor amanhã!” – Parte I

“Nós comeremos melhor amanhã” (“Nous mangerons mieux demain!”), um texto entre crônica, relato e poesia, escrito por Régis Marcon, Fanny Agostini e Christophe Lavelle, publicado no blog francês, A tabula, que dividimos em duas partes, e fizemos questão de traduzir para os leitores lusófonos se deleitarem. Parte 1 “As cozinhas estão silenciosas, a sala está...

Agronomia

Reflexão

Retomando a comunicação com os consumidores

Sair do confinamento significa entrar em um mundo minimalista, como algumas pessoas imaginavam ? Não.  O desconfinamento na França tem mostrado que não. Mesmo que esse movimento para diminuir o consumo deva emergir fortalecido depois das crises sanitária e econômica, os franceses não se tornarão consumidores diferentes e diferenciados, de hoje para amanhã. Se o...

Agronomia

Reflexão

O meio ambiente e as possíveis futuras pandemias

O manejo da água, das áreas florestais ou a mudanças climáticas, na medida em que são elementos modificadores dos ecossistemas, são fatores de risco para o surgimento e o desenvolvimento de novas epidemias, sejam elas pandemias ou não. O uso insustentável dos recursos hídricos aumenta a vulnerabilidade da população. Estima-se que em 2.025 ; dois terços...

Informação e Comunicação

Informação e Comunicação

Ação contra a fome para enfrentar a crise que vem chegando.

Destacando a dependência da França dos sistemas globais de produção e aprovisionamentos, a crise do Covid-19 também permitiu que populações abastadas vislumbrassem a situação da falta. Os supermercados esvaziados de produtos de necessidade básica, racionamento, espera e orçamentos revisitados de acordo com o tumulto das organizações profissionais. Uma visão geral rapidamente esquecida, embora a precariedade,...