Reflexão

Blog

Blog

Populismo alimentar

Associando medos induzidos, informações descontentualizadas, debates infundados, postura antisistêmica, ideologia alimentar, Stéphane Brunerie, idealizador do blog francês “Stripfood” traça um paralelo entre o populismo político e o contexto atual da alimentação nas camadas mais favorecidas das populaçéoes ocidentais. A Verakis traduziu o texto na íntregra para que os leitores lusófosonos possam refletir sobre esse fenômeno....

Blog

Blog

Ciência, política e cidadania – Parte 1

Diversos fenômenos ocorridos ao longo da pandemia, relacionados ao papel da ciência, da política e do cidadão, com uma bagagem ética não deve ser esquecida. O primeiro fenômeno é a substituição da política pela ciência, pois esta se antecipa na proposta de soluções para as situações mais difíceis a que a pandemia nos expôs. A...

Blog

Blog

Como e quando ?

Dois anos com uma pandemia que causou mais de 300 milhões de casos confirmados e mais de 5,5 milhões de mortes oficiais, embora se estime que o número real possa chegar a 18 milhões. Já temos 10 vacinas, mas o número de casos está aumentando. A disseminação do ômicron pode ser um exemplo do que...

Popularização científica

Popularização científica

Salada epistemológica: pensando a ciência

No maravilhoso mundo da alimentação há um vasto campo de polaridade e contradição, onde habitam natureza e cultura, ciências “moles” e “duras”, linguagem científica e literatura, progresso e tradição.   A insanidade diria que Pensar é preciso, Comer não é preciso… Mas a fome é grande e o tempo urge!   Então mãos à Obra...

Blog

Blog

Uma estratégia integral

A nuvem mutante nos trouxe de volta os fantasmas dos Natais passados na Europa. Nem pensar em um Natal como aos anteriores à crise sanitária e, o que é pior, atrasar sua conclusão para 2023 ou, como alguns anunciam, para 2.024. Felizmente as estratégias adotadas pela maior parte dos países da União Europeia têm dado...

Blog

Blog

Criando : remoto ou presencial ?

Um dos argumentos usados ​​para explicar a necessidade de retornar ao trabalho presencial é que trabalhar “face a face”, com outras pessoas, estimula a criatividade e as equipes fluem melhor. Isso é verdade ou nada mais é do que uma falsa crença na dinâmica pré-Covid-19 ? O serendipismo (a faculdade ou o ato de descobrir...

Blog

Blog

Reconstruindo a confiança no enfrentamento da pandemia

A deterioração da confiança em diferentes instituições devido aos seus desempenhos perante a pandemia tem suscitado questionamentos sobre as possíveis repercussões na estabilidade política e social. A falta de confiança aliada a situações de desigualdade e polarização gera situações, mais ou menos graves, de conflito e instabilidade. Isso é especialmente crítico em situações de crise...

Blog

Blog

Vacinação e a percepção social

Os resultados obtidos na erradicação da Covid-19 dependem, entre outros fatores, da aceitação da vacina pela população neste processo de mudança do cenário de imunidade de rebanho. Por esse motivo os estudos são de interesse na elaboração de programas de vacinação de instituições, principalmente quando em alguns países a propensão a não ser vacinado ultrapassa...

Blog

Blog

CULTURA CÍVICA, CULTURA SOLIDÁRIA

Estamos falando de um conjunto de medidas conscientes, baseadas em critérios de saúde pautados em conhecimento científico, nocontexto de uma pandemia de consequências desastrosas. Em pleno  debate sobre a necessidade de se vacinar, parece existir uma distorção do núcleo da questão. Nenhum governo propôs uma vacinação forçada, possível apenas no totalitarismo. Em sociedades democráticas isso...

Blog

Blog

DURAÇÃO DAS DEFESAS

Um relatório recente do Centro de Coordenação de Alertas de Saúde e Emergências do Governo espanhol tenta responder a “Quanto tempo duram as defesas que o organismo gera naturalmente após a infecção pelo SARS-CoV-2?”, “Quanto a vacina induz?”. Obviamente, a resposta ainda é desconhecida. “O curto período de relação do SARS-CoV-2 com os humanos significa...

Blog

Blog

JUVENTUDE, PANDEMIA E “TELECOLÉGIO”

As horas de telecolégio e confinamento involuntário a que a pandemia forçou têm causado sensações desconhecidas entre os jovens de 15 a 29 anos, como saturação de telas ou cansaço tecnológico. Isso é demonstrado pelo estudo do Centro Reina Sofia sobre Adolescência e Juventude em seu relatório anual “Barômetro Juventude e Tecnologia 2021” A pesquisa...