22 de March de 2022

Dieta Mediterrânica: muito mais do que alimentos

A dieta mediterânica é um conjunto de práticas e conhecimentos que não inclui apenas a alimentação humana. No Brasil utiliza-se o termo Dieta Mediterrânea.

Os ingredientes principais são azeite de oliva, frutas, verduras, diversos condimentos, o vinho e, em menor quantidade, as carnes e produtos lácteos.

A palavra “dieta” vem do grego díaita que significa modo de vida, e vai desde a plantação, passando pela economia, até o prato na mesa.

Essas características da dieta mediterrânica são muito presentes em diversos países como Portugal, em especial a região do Algarve, onde existe um grande expoente desse estilo de vida, como no clima, geografia, economia, cultura e estruturas agrárias, além dos alimentos como cereais, as olivas e o vinho.

Saiba mais sobre a Dieta Mediterrânica e o comportamento do público na procura por informações

Na edição especial do Papo à Mesa, recebemos a Dra. Claudia Amaral Santos que é doutora em Linguística e Terminologia além de coordenar em Portugal o projeto internacional Erasmus+ Fair Food for a Smart Life, fez a mediação ao lado da Dra. Juliana Grazini, diretora da Instituição Verakis.

Os convidados foram :

  • O Chef Abílio Guerreiro, mestre em marketing, especialista em Dieta Mediterrânica e alimentação saudável, além de realizar consultoria no projeto Orssa “O Prato Certo” em colaboração com a associação in Loco e Direção Geral de Saúde
  • O Antropólogo Artur Filipe Gregório, presidente do Órgão de Gestão do Grupo de Ação Local “Interior do Algarve Central” e da Direção da Associação IN LOCO, especialista em Dieta Mediterrânica, Turismo Sustentável e Cooperação Territorial
  • Fátima Catarina, Vice-Presidente da Região de Turismo do Algarve, Vice-Presidente da Associação de Turismo do Algarve (RTA) e mestre em Administração e Desenvolvimento Regional (ATA).
  • Maria Luísa Francisco, vice-diretora da Revista Nova Águia – Revista de Ensaio, Cultura e Poesia, coordenadora do Movimento Internacional Lusófono (MIL) e idealizadora do projeto Genuine Algarve.

A dieta mediterrânica/mediterrânea é de fato um patrimônio cultural riquíssimo, é considerado pela UNESCO um dos padrões alimentares mais saudáveis e sustentáveis do mundo.

Apesar de Portugal ser um país pequeno possui um rico patrimônio gastronômico e cultural, com a qualidade que possui em termos de alimentação é uma mais valia para que a população realmente consiga de forma voluntária adaptar os princípios da dieta.

As entidades, como as que os convidados representam, são extremamente relevantes, e trabalham nessa implementação, valorização e conservação da dieta mediterrânica.

O turismo tem um papel importante na valorização e preservação da dieta mediterrânica, através da difusão da gastronomia, além dos produtos locais e pontos turísticos.

Para aqueles que querem atividades mais direcionadas a conhecer a dieta mediterrânea na região do Algarve, a gastronomia e os vinhos surgem como um importante produto complementar a toda oferta que é oferecida, com um papel importantíssimo na valorização da experiência do turista. São feitos também festivais gastronômicos como a Feira da Dieta Mediterrânea que acontece em Tavira.

O objetivo da disseminação da dieta mediterrânica é a ativação dos recursos locais e transformar em oportunidades de desenvolvimento local e sustentável, é trabalhar com as pessoas e comunidades para que transformem seus recursos materiais e imateriais, criando empregos, qualidade de vida e desenvolvimento local nos territórios com o apoio aos artesões e produtores.

A dieta mediterrânica está ligada a uma estratégia de auto suficiência e sobrevivência das comunidades, ao longo dos milhares de anos em toda a região do mediterrâneo, uma região com um passado histórico fortíssimo e riquíssimo, no entanto nesse território, havia grandes diferenças sociais, classes superiores e inferiores.

O estilo de vida do mediterrâneo é o estilo de vida dos trabalhadores, das pequenas comunidades, dos agricultores, dos pescadores e pequenos comerciantes, é o conhecimento e respeito pelos recursos naturais, mas também um conhecimento de comunicação, de grandes trocas comerciais, de técnicas de construção, língua e saberes.

No entanto a cultura alimentar tem um papel fundamental de cimento social e de celebração da vida.

 

Assista à apresentação completa:

“Dieta Mediterrânica : muito mais do que alimentos.” , mesa redonda do Projeto Papo à Mesa que aconteceu no dia dia 19 de março de 2022, e está disponível no YouTube no link abaixo:

 

 

Escrito por Juliana Ayala –Embaixadora do Papo à Mesa.