1 de November de 2021

Desinformação no setor dos alimentos: mitos, tabus e modismo

Com a ascensão da era tecnológica, há o benefício do fácil acesso a conteúdos
diversificados a distância de um click, e a possibilidade de qualquer um publicar suas ideias ou pesquisas ou informações. Todavia, com essa quantidade de informações a
disposição das pessoas, a tendência é de não selecionar o conteúdo que é consumido ou até
mesmo, não aprofundar no assunto, criando muitas vezes, a desinformação.

Na área de alimentos, a desinformação, apesar de não ter a intenção de prejudicar
alguém, pode criar mitos, tabus e modismos acerca de determinados assuntos, que
transformam expressões como: “leite com manga faz mal”, “laranja cura a gripe”, “comer
ovo aumenta o colesterol”, “frango tem hormônio”, “alimento processado é nocivo”, entre outras, em comuns e verdadeiras para muitas pessoas, que podem acabar limitando a alimentação.

A seguir algumas definições importantes para entender melhor o que é a desinformação:

● Mitos: Podem ser definidos como histórias forjadas e narradas por indivíduos
para explicar uma realidade desconhecida. Nesse sentido, é possível perceber que os
mitos sobre os alimentos e a alimentação, ficaram mais evendetendes no período da
Pandemia da Covid-19, devido a uma necessidade de cura para o vírus, circulava
informações de alimentos que prometiam, aumentar a imunidade, tratar e até mesmo
prevenir a doença.

● Tabus: Essa palavra pode ser conceituada como, um medo, proibição ou
controle de origem religiosa, social ou cultural. No setor agroalimentar esse termo
refere-se às crenças alimentares de que algum alimento, combinações entre eles e
forma da alimentação faz mal.

● Modismo: O termo refere-se àquilo que está na moda, mas tem pouca duração.
É exemplo disso as inúmeras dietas milagrosas existentes nas mídias sociais, que
propõem a exclusão de glúten, lactose e carboidratos na alimentação, sem nenhum
aval profissional da dieta.

O setor agroalimentar pode sofrer com as desinformações que são reproduzidas
diariamente, fazendo com que o consumidor sente-se inseguro nas suas escolhas alimentares e acabam, muitas vezes sem necessidade, ingerindo os alimentos com uma expectativa milagrosa ou excluindo componentes nutricionais sem necessidade.

Para entender mais sobre esse assunto, inscreva-se na palestra do Verakis Conecta
“Desinformação no setor de alimentos: mitos, tabus e modismo”, que a contece no dia 10/11/2021 às 12h (horário de Brasília) / 15h (PT).

A palestrante será a Dra Juliana Grazini, Doutora em Informação e Comunicação pela Universidade de Paris 7, Presidente da Fundação Verakis,  e há mais de 20 anos desenvolve cursos na Europa e orienta profissionais e estudantes para desenvolver carreira internacional na Europa.

Não perca essa oportunidade!

Inscreva-se e saiba mais em:
https://verakis.com/conecta/desinformacao-no-setor-de-alimentos-mitos-tabus-e-modismos/