3 de fevereiro de 2021

A ciência como resposta

A crise derivada da Covid-19 está trazendo à tona desigualdades em escala global, sistemas de saúde frágeis e práticas insustentáveis, questões que, embora anteriores à crise, são agravadas por ela.

A pandemia oferece a oportunidade de desenvolver projetos de melhoria global, como o “Roteiro de pesquisa para recuperação após Covid-19“, uma iniciativa da Organização Nações Unidas, que analisa a capacidade da ciência e da pesquisa como um elemento chave para a recuperação socioeconômica durante a pandemia, e na construção de um futuro mais sustentável.

O objetivo do roteiro é promover a construção de mudanças a partir das lições aprendidas, promovendo o desenvolvimento de sistemas de saúde mais focados nos direitos humanos, e que impliquem mudanças transformadoras a partir das melhores evidências científicas para facilitar o alcance das “Metas de Desenvolvimento Sustentável“.

Este roteiro servirá também para que a comunidade científica, a sociedade civil e os Estados tenham uma base segura para a constituição de consórcios que trabalhem para a melhoria dos sistemas de pesquisa e saúde, demonstrando assim o poder da ciência.

Após vários meses de trabalho, o roteiro se materializou em um documento que identifica cinco pilares básicos para que a ciência facilite uma recuperação socioeconômica sustentável e equitativa:

  • Sistemas e serviços de saúde,
  • Proteção social,
  • Resposta econômica;
  • Programas de recuperação, políticas macroeconômicas e colaboração multilateral;
  • Coesão e resiliência da comunidade.

O documento aponta a necessidade de uma resposta global e atenção às populações especialmente vulneráveis.

O próximo passo no desenvolvimento desta iniciativa é a realização de um encontro virtual que permitirá especificar e avançar no desenvolvimento de projetos vinculados ao roteiro, que terá como foco o impacto político da iniciativa, bem como a captação de recursos para seu avanço.

O roteiro de pesquisa para recuperação pós Covid-19 é um instrumento que visa complementar a ação de outro projeto, o marco para uma resposta socioeconômica imediata à pandemia, que também está sendo desenvolvido pela ONU e que já publicou um relatório.

 

Alberto Berga Monge – Madrid, 03 de fevereiro de 2021.

O Prof. Dr. Alberto Berga Monge, é médico veterinário espanhol, professor e colaborador Verakis, professor colaborador da Universidade de Zaragoza, auditor da União Europeia e diretor da AMB Consulting, e escreve para o blog da Verakis.

 

Saiba mais

https://www.un.org/sites/un2.un.org/files/un_framework_report_on_covid-19.pdf https://www.un.org/en/pdfs/UNCOVID19ResearchRoadmap.pdf

 

 

Imgem :  Capa do Roteiro de pesquisa para recuperação após Covid-19